unhas fortes unhas fortes

Unhas fortes e saudáveis: confira o guia completo sobre o assunto

17 minutos para ler

Embora os recursos modernos tenham trazido muito mais comodidade e mudado completamente a maneira pela qual o ser humano se relaciona com o meio ambiente, tudo em nosso corpo tem os seus próprios objetivos, atribuições e funcionalidades. Pensando nisso, preparamos este guia completo sobre unhas fortes.

Também chamadas de lâminas ungueais, nossas unhas são uma espécie de placa constituída de células mortas compactadas e queratina, uma proteína sintetizada pelo organismo e que ajuda na sua estrutura, rigidez e na proteção da extremidade dos nossos dedos. Continue a leitura e aprenda mais sobre este assunto!

Afinal, para que servem as unhas?

As unhas humanas possuem como principal função conceder mais resistência e proteção para as extremidades dos dedos das mãos e dos pés. Elas contribuem para a manipulação de objetos e, além disso, quando sofrem alterações perceptíveis, podem ser um interessante sinalizador de que algo está errado com o nosso organismo.

Uma alimentação inadequada, com o passar dos anos ou mesmo em quadros patológicos, enfraquece as unhas, tornando-as quebradiças e opacas. Isso pode diminuir a autoestima e, ainda, dificultar o manuseio de objetos mais delicados e pequenos, como agulhas e alfinetes.

Como podemos dizer que uma unha é forte?

Dizer que uma unha é forte vai muito além do mero aspecto estético. Também, é preciso compreender que elas podem ser um reflexo importante da saúde como um todo. Afinal, quando o organismo está com algum problema, geralmente, a lâmina ungueal ou a sua superfície tendem a exibir alguns sinais, que não devem ser menosprezados.

As unhas fortes são aquelas que não apresentam irregularidades, deformidades ou descamações. Traumas podem deixar manchas ou pontos hemorrágicos, mas eles devem desaparecer com o passar do tempo. Além disso, nas mãos, elas devem crescer mais rápido que nos pés, cerca de 0,1 milímetro por dia, ou seja, cerca de 3 milímetros por mês.

O que os problemas nas unhas podem indicar?

Agora que você já sabe para que servem as unhas e como identificar se elas estão ou não saudáveis e fortes. Vamos explicar o que os problemas e distúrbios nas lâminas ungueais podem indicar em seu organismo. Confira abaixo alguns exemplos.

Estresse e ansiedade

Em dias tão corridos e atribulados como os de hoje, vivenciar situações de estresse e ansiedade é algo extremamente comum para a maioria das pessoas. No entanto, o que muita gente não sabe é que esses quadros, embora de origem comportamental e psicológica, podem se manifestar fisicamente, com alterações notáveis.

Roer as unhas é um hábito que está fortemente relacionado com o nervosismo, ainda que possa parecer inofensivo, eventuais lesões feitas pelos dentes podem favorecer o surgimento de infecções. Dependendo do caso, isso pode ser classificado como um transtorno de controle de impulso ou compulsivo, exigindo terapias comportamentais.

Doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares estão entre os principais problemas que as unhas podem indicar e, eventualmente, algumas dessas situações podem ser bem sérias. Na endocardite, que é uma infecção na parte interna do coração, as unhas podem apresentar as chamadas hemorragias por estilhaço, que são finas linhas vermelhas de sangue.

Algumas anomalias cardíacas congênitas, que são aquelas alterações que já estão presentes desde o nascimento, também podem causar sinais na lâmina ungueal. Nesse caso, as pontas dos dedos podem ficar mais largas e arredondadas do que o normal, em um quadro chamado de baqueteamento digital ou, popularmente, dedos em baqueta de tambor.

Problemas de tireoide

Os problemas de tireoide estão fortemente relacionados com alterações nas unhas. O hipertireoidismo, que é a produção excessiva dos hormônios dessa importante glândula, pode gerar um quadro chamado de unha de Plummer, que é uma condição na qual há uma elevação da lâmina ungueal em sua extensão ou nas extremidades.

As unhas levantadas podem acumular sujeira e umidade, o que não é nada interessante para a pessoa, uma vez que pode predispor o surgimento de infecções bacterianas e fúngicas, por exemplo. Por isso, se você notar um desses sintomas, vale a pena consultar o seu médico de confiança.

Diabetes mellitus

Os quadros de diabetes, em especial do tipo II, estão relacionados com estilo de vida e também podem estar relacionados com o surgimento de alterações na lâmina ungueal. O estilo de vida sedentário, a alimentação ruim e o acúmulo de gordura corporal favorecem a resistência à insulina, que pode ser considerado como o primeiro estágio da doença.

O paciente diabético, sobretudo quando não realiza o tratamento adequado e fica com altos níveis de açúcar no sangue, pode ficar com as unhas amareladas, provavelmente por uma ligação da glicose com as proteínas de colágeno. Por isso, caso suas unhas estiverem assim, associada com um significativo aumento de sede e urina, é melhor consultar um médico.

Questões pulmonares

Os pulmões são órgãos imprescindíveis para a vida e estão relacionados, obviamente, com os processos de respiração e obtenção de oxigênio nos seres humanos. Por isso, quando eles apresentam algum tipo de problema, é natural que isso se manifeste em outras partes do organismo, por exemplo nas lâminas ungueais.

As unhas azuladas, principalmente quando outras áreas do corpo apresentam o mesmo sintoma, como os lábios e extremidades, podem indicar que seus tecidos estão com pouca oxigenação. Isso ocorre em pneumonias graves, pessoas com asma, pacientes com bronquite e em quadros de DPOC — doença pulmonar obstrutiva crônica.

Artrite reumatoide

A artrite reumatoide é, na realidade, um conjunto de problemas que vai ficando cada vez mais comum com o envelhecimento e pode causar diversos outros distúrbios incômodos, por ser um transtorno crônico e doloroso. Por isso, é uma das causas mais comuns de consultas em ortopedistas e médicos de outras especialidades.

Na osteoartrose, as unhas podem ficar fracas, principalmente quando a patologia é concomitante à deficiência de selênio, algo que é bem recorrente. Além disso, as unhas onduladas ou rugosas também são mais comuns em idosos por outras doenças, como lúpus, psoríase, líquen plano, dermatite atópica etc.

Deficiências nutricionais

Não dá para falar nos problemas que as unhas podem indicar sem falar de deficiências nutricionais. Da mesma maneira que uma alimentação equilibrada tende a nutrir melhor o organismo como um todo e evitar uma série de doenças, a falta da ingestão adequada de nutrientes pode causar uma série de sintomas.

Você reflete aquilo que come e escolhas mais saudáveis na mesa devem incluir várias substâncias importantes, como vitaminas, minerais e proteínas. Sem isso, as suas unhas podem ficar esbranquiçadas e frágeis, esses são indicadores de uma série de doenças carenciais, como a anemia ferropriva.

Infecções variadas

Problemas nas unhas podem indicar uma série de infecções diferentes, causadas por uma grande variedade de patógenos, como vírus, bactérias e fungos. Os sintomas mais comuns para esses quadros são dor, coceira e vermelhidão, que podem acometer as regiões próximas. Quando não tratadas podem atingir os dedos e, até mesmo, a mão.

No entanto, em sua grande maioria de ocorrências, não são problemas sérios de saúde e se resolvem com o emprego de alguns remédios específicos que podem ser de uso tópico. Vale lembrar que, no caso de você possuir alguma condição que enfraqueça o seu sistema imune, como diabetes, você não deve hesitar em procurar um médico especialista.

Quais hábitos podem prejudicar as unhas?

Depois de conhecer alguns dos sinais nas unhas que podem indicar que algo não está adequado em seu organismo, vamos dar algumas dicas para que você evite hábitos que deixam suas lâminas ungueais frágeis e quebradiças. Acompanhe.

Uso de produtos químicos

O uso de produtos químicos é, definitivamente, um dos hábitos que podem prejudicar as unhas. Isso pode ocorrer em diversas circunstâncias, como em decorrência do trabalho ou até mesmo com artigos de beleza, entre muitas outras possibilidades. Portanto, é importante identificar o que pode estar causando o problema.

Até mesmo a sua rotina de beleza pode ter influência negativa, especialmente se você não souber como fazer isso de uma forma menos agressiva. É recomendável, por exemplo, ficar alguns dias sem usar esmalte, visto que os seus componentes podem ser enfraquecedores. A acetona e outros tipos de removedores também devem ser usados com cautela.

Compulsão por roer unhas

Como falamos acima, muitas pessoas podem ter compulsão por roer unhas e isso costuma estar presente na vida de quem é submetido a níveis elevados de estresse e ansiedade. Logicamente, esse não é um hábito positivo e, além de estragar o corte e atrapalhar a higiene, pode favorecer o surgimento de diversos tipos de infecção.

Vale lembrar que essa mania também pode prejudicar os dentes e pode ocasionar uma série de disfunções na mandíbula, gerando incômodos musculares e até dor de cabeça. Se você não conseguir parar por conta própria, é interessante buscar ajuda de um profissional de saúde, que pode prescrever medicamentos ou psicoterapia.

Falta de vitaminas e minerais

A alimentação desbalanceada é outro hábito que pode prejudicar as unhas, visto que com escolhas ruins à mesa, você poderá acabar sentindo a falta de alguns nutrientes importantes, como as vitaminas e minerais. Sendo assim, você deve investir em uma boa variedade e qualidade de alimentos, oferecendo tudo o que seu organismo precisa.

Frutas, legumes, verduras, cereais e carnes magras, consumidas em boas quantidades, costumam dar conta do recado. No entanto, se você não tiver tempo para isso, vale apostar nos benefícios dos suplementos, eles ajudam a equilibrar os déficits de nutrientes, quando não os ingerimos de maneira correta.

Erros cometidos por manicures

É muito comum ouvirmos reclamações de pessoas que foram à uma manicure e acabaram tendo algum problema com o serviço prestado. Como a região das unhas é muito delicada e pode ser local de diversos problemas, é bastante recomendável ter cuidado na hora de escolher um profissional para cuidar delas.

Elas não devem, por exemplo, serem lixadas em excesso, pois isso abriria as camadas e faria uma exposição desnecessária. Também, não é recomendável colocar muita força na espátula quando for soltar as cutículas, além disso não é aconselhável usar alongamentos sem antifúngicos. O uso de materiais descartáveis para manuseá-las é imprescindível.

Presença de fungos, vírus e bactérias

Os fungos, vírus e bactérias estão presentes em nossas vidas e fazem parte do organismo humano. Geralmente, eles não causam intercorrências e podem ser úteis, como é o caso das bactérias que vivem na flora intestinal. Entretanto, em algumas situações atípicas, esses patógenos podem estar em desequilíbrio e originar doenças.

Nas unhas, não é raro encontrarmos pessoas que sofrem com problemas. Por isso, você deve ter uma boa higiene, secar muito bem a região após o banho, evitar o compartilhamento de instrumentos como a sua tesourinha de corte e usar luvas descartáveis ao entrar em contato com produtos químicos e materiais potencialmente contaminados.

Quais os cuidados para termos unhas fortes?

Você já está mais familiarizado com o conceito de uma unha saudável e descobriu o que os sinais surgidos na região indicam em termos de saúde. Agora, vamos dar algumas dicas para que você mantenha as suas unhas fortes por muito mais tempo. Continue lendo e descubra quais são. 

Mantenha uma boa hidratação

Sabemos que a água é extremamente importante para uma boa saúde e para a qualidade de vida como um todo. No entanto, o que você talvez não tenha conhecimento ainda é que uma boa hidratação ajuda a manter unhas fortes. O ideal, portanto, é ingerir, via de regra, entre 2 e 3 litros por dia, dependendo do clima e da prática de exercícios.

Além disso, também é possível hidratar diretamente as lâminas, o leito ungueal e as cutículas, com o uso de hidratantes próprios para isso. É recomendável a aplicação ao menos uma vez por semana, massageando suavemente com movimentos circulares. Outras opções são os óleos vegetais como o de coco, semente de uvas ou amêndoas

Tome cuidado com as cutículas

Além de apostar na hidratação do organismo, tomar cuidado com as cutículas é outro hábito muito importante para quem deseja ter unhas saudáveis. Esse é um ponto que sempre causa problemas e gera muito debate com as manicures, pois algumas pessoas não gostam de removê-las, enquanto outras preferem tirá-las por completo.

O importante é compreender que a cutícula não está ali à toa e tem funções de proteção contra fungos, vírus e bactérias. Por isso, além de serem hidratadas constantemente, elas devem ser apenas aparadas e/ou empurradas delicadamente em direção a raiz, esperando que o excesso possa se desprender naturalmente.

Use produtos de alta qualidade

Usar produtos ruins para as unhas é algo que pode acabar com a saúde dessas estruturas e favorecer o surgimento de uma série de problemas. Por isso, você deve dar preferência para marcas de boa procedência e com reconhecimento no mercado, sobretudo quando for comprar esmaltes e outros artigos de beleza.

Caso contrário, a economia na hora da compra pode cobrar um preço alto, com uma maior tendência ao ressecamento e até mesmo alergias ou irritações na pele ao redor do leito ungueal. Os removedores de esmalte sem acetona tendem a ser uma melhor opção, assim como os lencinhos e esponjas umedecidas.

Tenha uma boa alimentação

Não dá para falar nos cuidados para termos unhas fortes sem bater na tecla da boa alimentação, não é mesmo? Isso refletirá diretamente na qualidade e na beleza de todo o seu organismo, especialmente quando você dedicar mais tempo da sua vida para investir em uma dieta mais saudável, variada e equilibrada.

Como fonte dos principais nutrientes, o seu prato deve ser colorido e rico em todos os grupos, como frutas, legumes, verduras, cereais e carnes magras. Aposte, por exemplo, em sementes de abóbora, banana, brócolis, laranja, acerola, tomate, cenoura, frutos do mar, castanhas e assim por diante.

Conheça o poder dos suplementos

Nem sempre será fácil fazer com que todos os nutrientes necessários para uma boa saúde sejam contemplados em sua alimentação, principalmente se você tiver uma rotina atribulada e precisar comer fora de casa. Nesses casos, o uso de suplementos alimentares pode ser muito proveitoso.

Caso sinta que as suas unhas continuam muito fracas e quebradiças, o uso de suplementos pode ser uma excelente alternativa. Eles vão promover o crescimento saudável, darão mais energia e suprirão o que estiver faltando. Mais uma vez, vale apostar em marcas de boa qualidade e com alta credibilidade no mercado.

Quais os melhores suplementos para ter unhas fortes?

Para terminar, você que já aprendeu para que servem as unhas, como identificar se elas estão fortes e o que fazer para que fiquem saudáveis, vai aprender um pouco mais sobre os suplementos. Como você pôde ver, a alimentação tem um papel importante nesse contexto, e a suplementação de alguns nutrientes pode ser imprescindível. Confira abaixo alguns deles!

Vitamina A

A vitamina A é muito importante para o organismo humano e é conhecida por favorecer a saúde dos olhos, protegendo contra algumas doenças. No entanto, ela também tem um papel relevante no crescimento de diversas células, como as presentes em unhas e cabelos. Ela está relacionada com as glândulas sebáceas e a produção de sebo, que ajuda na hidratação e na manutenção de diversas partes do corpo.

Embora esse micronutriente esteja presente em diversos alimentos, como cenoura, batata-doce, espinafre, couve, gemas de ovos e carne vermelha, não é raro que falte vitamina A em uma parcela significativa de pessoas. Nesses casos, a suplementação pode ser uma opção bastante prática e que oferece uma série de benefícios interessantes.

Colágeno

O colágeno vem sendo cada vez mais recomendado e é, definitivamente, um dos melhores suplementos para unhas fortes. Essa é uma proteína estrutural extremamente importante para várias partes do organismo, sendo parte essencial para a constituição da matriz extracelular no tecido conjuntivo, permitindo boa parte das suas propriedades físicas.

Pesquisas mostram que suplementar colágeno parece ter uma relação positiva com o aumento da velocidade do crescimento e na redução das quebras, por exemplo. Além disso, os seus peptídeos atuam como uma espécie de “mensageiro bioativo”, estimulando os metabolismos dérmicos e epidérmicos, elevando a ligação de água e minerais às células de queratina.

Complexo B

As vitaminas do complexo B estão envolvidas com diversos processos essenciais para a manutenção da saúde e do metabolismo humano. Elas ajudam na produção de glóbulos vermelhos, no transporte de oxigênio e muito mais. Faz parte desse grupo, por exemplo, a biotina, também chamada de vitamina B7, que está ligada com a qualidade de unhas e do cabelo humano.

Outro ponto que merece ser ressaltado, é que estão muito presentes em alimentos de origem animal. Vegetarianos costumam experimentar muitos benefícios com a suplementação, especialmente de B12, também conhecida como Cobalamina. Outras boas fontes de vitaminas do complexo B são grãos integrais, amêndoas, verduras, folhas escuras e assim por diante.

Vitamina C

A suplementação com vitamina C é a mais comum e antiga do mercado, uma vez que é uma substância muito importante para diversos processos do organismo, especialmente aqueles relacionados com a nossa imunidade. No entanto, sua ação antioxidante parece trazer muitos outros benefícios, como alguns relacionados com a criação de unhas mais fortes e resistentes.

Os antioxidantes agem combatendo os radicais livres, protegendo contra o estresse oxidativo e promovendo uma melhor absorção de ferro. Suas principais fontes são as frutas cítricas, como laranja, limão, acerola e morango. Seus efeitos são potencializados quando suplementada com zinco, um mineral com papel importante na reparação de tecidos capilares e ungueais.

Como você pôde ver, ter unhas fortes dependerá de uma série de escolhas em seus hábitos de vida e em opções que você coloca no prato. Felizmente, com pequenos ajustes, você pode ajudar o seu organismo a ser mais saudável como um todo e, nos dias de hoje, a suplementação pode ser um poderoso aliado, contribuindo para que você possa obter os nutrientes necessários para uma vida equilibrada.

A Vitastore é uma loja online de suplementos e cosméticos. Somos fabricantes e criadores de uma linha de produtos única, assim garantimos a qualidade com preços melhores. Hoje, temos nossa comercialização própria, o que garante uma entrega ágil e eficiente para todo país.

Gostou do nosso guia completo sobre unhas fortes? Ficou interessado em contar com os benefícios de um ou mais dos suplementos que falamos acima? Então, entre em contato conosco para mais informações.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.